segunda-feira, setembro 04, 2006

Crianças usadas na mendicidade ...


Fiquei simultaneamente apreensiva e triste com esta notícia:
"O Instituto de Apoio à Criança (IAC) registou, este ano, 161 queixas de crianças usadas para mendicidade em várias cidades do país.
Manuel Coutinho, coordenador do SOS Crianças do IAC, explicou que esta prática começou a aparecer em Portugal há dez anos.
Segundo refere o Diário Digital, embora esta prática tenha vindo a desaparecer nos últimos anos, as queixas continuam a surgir por parte de cidadãos indignados e preocupados com a situação das crianças.
Em 2004, o IAC registou 1.154 denúncias relacionadas com o uso de crianças para pedir esmola. No ano passado, o número baixou para 556 queixas.
Desde o início deste ano, o IAC já recebeu 161 denúncias e explica que procura analisar as situações, encaminhando o processo para as entidades competentes, nomeadamente as comissões de protecção de menores, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, as autoridades policiais e os tribunais".

Notícias do Portugalmail (04/09/2006)

Nunca julguei que existissem tantas crianças nesta situação.
São crianças vítimas de maus tratos, abuso sexual, abandono, órfãos de pai e mãe, filhos de toxicodependentes e prostitutas, rejeitadas por delinquência, crianças deficientes, acompanhantes de invisuais, crianças de rua ... Outras são usadas na mendicidade pela família (disfuncional) que se propôs acolhê-las, guardando o dinheiro que as crianças ganham!
Nalguns países do Terceiro Mundo, a mendicidade é uma profissão, e quem mais sofre com esta situação são as crianças.
É, sem dúvida alguma, uma "forma moderna" de escravidão ou de proxenetismo, ou não será?

3 Comments:

At 8:35 da manhã, Anonymous ana cristina figueiredo said...

Tenho observado que algumas crianças se dedicam a este tipo de atitude e que os pais não estão, por vezes, muito longe deles ... sobretudo pessoas dos países do leste europeu ... o que fazer?

 
At 1:01 da manhã, Blogger Rosa Silvestre said...

Quandi se observam estas situações abusivas por parte dos adultos, que muitas vezes, estão por perto, o melhor é contactar o IAC (Instituto de Apoio à Criança),
http://www.iacriança.pt/
telef. nº 213933090

 
At 10:21 da manhã, Blogger Rosa Silvestre said...

Ressalvo que onde está a palavra "Quandi",deveria estar a palavra "Quando", perdão pelo lapso e beijinhos, AnaC.

 

Enviar um comentário

<< Home