quinta-feira, setembro 07, 2006

Ainda ... Vida sem fraldas ...


Dicas para o inicio do treino do bacio

Dirigidas aos pais

Uma dica para reconhecer que já pode começar o treino do bacio é quando a criança aponta ou diz que está suja ou que “está fazendo chichi ou cocó”, desejando trocar de fralda, o mais rapidamente possível; quando a fralda está seca durante várias horas, ou então quando se interessa por aquilo que os pais ou irmãos vão fazer na sanita da casa de banho.
Os pais devem explicar, sempre que possível, o que acontece na sanita de forma que a criança possa entender que aquele lugar é o ideal para fazer as suas necessidades.
Deixar a porta da casa de banho aberta faz com que a criança imite os mais velhos e perceba que esse “ritual” é rotineiro e normal.
Para iniciar o processo de treino, compre um bacio escolhido pela criança e deixe no lugar em que a criança costuma brincar.
Existem também no mercado adaptadores para as sanitas para que elas fiquem bem posicionadas e devidamente sentadas (neste caso convém vigiar sempre, pois a criança pode cair da sanita).
A criança deve explorar o bacio (não a deixe colocá-lo na cabeça) e ser estimulada a sentar nele , enquanto os pais explicam para que serve ou brincam com ela.
Se a criança recusar sentar-se no bacio permita que ela se levante e volte a tentar após a refeição.
Se a recusa for persistente, adie o treino por várias semanas.
Quando a criança estiver familiarizada, coloque o bacio na casa de banho e passe as eliminações da criança da fralda para o bacio na presença dela, sempre conversando e explicando o que acontece.
Comece a deixar a criança de calcinha e estimule a criança a tirá-la quando ficar sentada no bacio.
Nunca recuse ajuda à criança para eliminar no bacio se ela pedir ajuda e não retarde a ida à casa de banho quando a criança pedir, no caso da criança usar a sanita.
Respeite os seus limites e as suas capacidades.
A fralda nocturna pode ser retirada quando a criança começar a acordar seca.Isso acontece logo depois do controle diurno.
Prepara-se para encontrar a cama molhada no começo do treino do retiro das fraldas nocturnas, o que é perfeitamente normal.
Entre os dois e cinco anos de idade, a criança não tem total controle esfincteriano e podem ocorrer "incidentes".
Evite oferecer líquidos antes da hora de dormir e leve a criança à casa de banho (sanita) antes de se deitar ou mesmo durante a noite.
Não puna ou castigue a criança por ter fracassado.
Essa atitude só irá atrapalhar a aprendizagem da criança.
Elogie a criança mas sem exageros quando obtiver sucesso.
Muitas vezes, poderá ficar sentada no bacio e no vaso sanitário sem fazer nada e assim que sair urinar ou fazer cocó na roupa.
É normal, o controle esfincteriano está começando.
Aja naturalmente limpando a criança.
Meninos e meninas aprendem primeiramente sentados.
Os meninos devem ser estimulados a fazer chichi em pé como o pai ou irmãos mais velhos, depois do controle já adquirido.
Algumas crianças regridem nesse processo, pois podem querer chamar a atenção.
Um motivo bastante comum para a regressão é a chegada de um novo irmãozinho.
Faça desse momento um momento especial, oferecendo muito amor e carinho.
O trabalho mais importante dos pais é proporcionar condições para que o processo de aprendizagem seja o mais descontraído possível.
Se a criança frequentar a creche/jardim-de-infância deverá existir uma coordenação dos pais com as educadoras, no sentido de um maior sucesso nesta tarefa.

Boa sorte!

In: Enfermagem Pediátrica Contemporânea, Cathleen S. Opperman(2002)
BRAZELTON, T. Berry – O Grande Livro da Criança. Lisboa : Editorial Presença(1995)
Documento policopiado de Armando Fernandes (Pediatra)- 2005

2 Comments:

At 4:18 da tarde, Blogger SaraA said...

Muito obrigado pelas dicas, pois estou precisamente a tentar tirar as fraldas à minha filha. Ainda não tive grande sucesso, até há bem pouco tempo, recusava-se a sentar no bacio ou redutor. Deduzi que fosse pela chegada do irmão (há cerca de 2,5 meses). Dei-lhe descanso durante uns tempos e agora já começa a sentar no bacio por iniciativa dela. Claro que têm acontecido uns acidentes...
Beijos e obrigado.

 
At 4:43 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

As dicas tinham a finalidade de orientar/apoiar os pais nesta fase importante mas, muitas vezes, com alguns retrocessos e insucessos pelo meio. O fundamental é não desesperar... Volte sempre. Beijinho

 

Enviar um comentário

<< Home