quarta-feira, fevereiro 11, 2009

A violência nas crianças e jovens - parte IV

A imagem "http://www.avizora.com/publicaciones/guerras/images/nina_kim_phuc_guerra_vietnam.jpg" não pode ser mostrada, porque contém erros.
A guerra constitui uma das maiores violências contra os seres humanos.
Entre as vítimas da guerra, encontram-se sempre crianças, mulheres e idosos, os quais constituem as suas vítimas indefesas, ou seja, os seus danos colaterais, dependendo do ponto de vista de cada comentador, mas que não passam de vítimas que vivenciam situações dramáticas originadas através de uma situação momentânea, na qual não têm responsabilidade nem decisão inicial ou final (não têm voto na matéria, como se diz na gíria comum). As crianças que sofrem a guerra são crianças que vêm morrer os seus familiares, os seus amigos, ficam feridas fisicamente e mentalmente por balas, misséis telecomandados ou substâncias químicas. Algumas delas são abusadas sexualmente, outras não sobrevivem, a conflitos que nunca deveriam ter acontecido, acabando por falecer nos braços de alguém (familiar, conhecido ou profissional de educação/saúde).
As imagens continuam chegando às nossas TVs: crianças sendo transportadas para hospitais, pessoal de saúde tentando minimizar o sofrimento destas crianças, cuidadando delas o melhor que sabem e podem, tendo em atenção os meios humanos e materiais disponíveis, seja na Faixa de Gaza ou na República do Congo (que se diz democrática!).



Investigações levadas a cabo por alguns cientistas, referem que 30 a 40% destas crianças sofrem do síndrome pós-traumático que requerem intervenção psiquiátrica.
Os pais, familiares, ou amigos, que ainda possuem, referem que estas crianças deixam de ter interesse em actividades de lazer (ler, jogar futebol, vêr TV, jogar consola) e manifestam sentimentos de medo e ansiedade exacerbados e contínuos.
NOTA: Algumas das imagens dos vídeos não são recomendáveis a pessoas muito sensíveis.

Continua ...

27 Comments:

At 1:50 da tarde, Anonymous joana santos said...

Uma violência extrema contra as crianças e jovens, sem dúvida!
Mais um EXCELENTE post!
Bjinho, Joana.

 
At 4:40 da tarde, Anonymous são said...

Já em 2002 a ONU divulgava estudo sobre uso de crianças em guerras:

"As Nações Unidas (ONU) publicaram, pela primeira vez, uma lista de mais de 20 nomes de governos e grupos rebeldes que recrutam crianças para servirem como soldados.
A maioria dos nomes listados estão envolvidos em guerras civis na África.
Entre eles estão os governos do Burundi, Libéria e da República Democrática do Congo. Facções armadas em países que vão de Burma à Colômbia também entraram no relatório.
Acredita-se que existam cerca de 300 mil crianças servindo como soldados em 41 países.

Sanções
O representante especial da ONU para crianças e conflitos armados, Olara Otunnu, disse que esperava que o Conselho de Segurança das Nações Unidas utilizasse esse documento para recomendar algum tipo de acção contra os que entraram na lista, tais como impedir o envio de armas para grupos e governos que recrutem crianças para conflitos.
Outra forma de sanção seria impedir a participação de líderes envolvidos no recrutamento de crianças para confrontos armados em encontros internacionais.
Ele disse que esperava também ver ataques a escolas ou abuso sexual de crianças considerados como crimes de guerra.
Otunnu afirmou ainda que a comunidade internacional está atenta à ação das 23 organizações e governos listados pela ONU.

Publicado pela BBC Brasil(2002)"

E o que se tem feito até hoje...alguma coisa, mas muito pouco relativamente àquilo que existe...coitadas das crianças que são apanhadas no meio das guerras!
Bjinho da São.

 
At 4:44 da tarde, Anonymous MF said...

Poemas para as crianças da guerra

"crianças gritam
estendem as mãos para o vazio
choram

crianças de olhos
espantados
de olhos tão abertos
ao terror
que nos atravessam o corpo
as mesmas dores
a nos que podemos ver
esses pequenos seres devorados
pelas sombras

lágrimas de sangue
nos olhos de crianças
que choram
enquanto os outros
falam
discutem
ou escrevem na areia dos silêncios
adivinhas inúteis
lançadas ao vento

enquanto o sangue corre
crianças chamam
mas ninguém as ouve

e elas gritam
e choram
e olham
e morrem
ao longe".

poema encontrado on-line ....

Miriam Francisco

 
At 12:53 da tarde, Blogger Um Poema said...

....

Choca!
Se é que o termo consegue definir a mágoa, o trauma, que a guerra provoca nos inocentes, especialmente nas crianças.
Se a palavra "justiça" tem algum significado, ou faz sentido, então os responsáveis pela guerra - por qualquer guerra - não podem ficar impunes. Se os homens a não fazem, Deus tem que fazê-la.

Um abraço

 
At 2:04 da tarde, Anonymous Paulo Carneiro said...

Pouis choca mesmo, estou de acordo com o comentário anterior. Choca ver crianças sofrerem por aquilo que determinados adultos determinaram fazer...é mesmo muito triste!
Parabéns pelo site, que não conhecia.
Paulo.

 
At 2:28 da tarde, Blogger Portaria ILEGAL said...

Convido o autor deste blog assim como os seus leitores a verem o anúncio que coloquei no blog: http://portaria-59.blogspot.com/
que levanta sérias duvidas acerca do caso BPN e na certa mais uns sobreiros vão abaixo para outro campo de golfe!
Cumprimentos e obrigado

 
At 2:49 da tarde, Anonymous sofia said...

Pois é difícil explicar a guerra às crianças!
Abraço, veja link!

 
At 10:00 da manhã, Anonymous yolanda batista said...

A guerra é uma calamidade!
ler o livro:Claire Brisset
Um mundo que devora as suas crianças
Porto, CAMPO DAS LETRAS, 2005

 
At 10:02 da manhã, Anonymous yolanda batista said...

Gostei do blog.
Parabéns!

 
At 4:04 da tarde, Blogger Fátima André said...

É muito triste que em pleno séc. XXI ainda nos tenhamos que confrontar com imagens tão cruéis de falta de respeito pela dignidade humana. Direitos Humanos Universais parece uma realidade longínqua...

 
At 4:47 da tarde, Anonymous Magda (sua ex-aluna) said...

Algumas das imagens são cruéis, mas temos visto tanta coisa nas TVs que até parece mentira que exista uma Declaração Universal dos Direitos da Criança!
Para quando o seu cumprimento integral?
Gostei do blog, é diferente, marca a diferença. Parabéns!
Magda

 
At 5:33 da tarde, Anonymous Magda (sua ex-aluna) said...

Sou uma cabeça no ar!
Beijocas, Prof.ª Rosa.
Magda Soares.

 
At 3:18 da tarde, Anonymous Rosário Coelho said...

Olá Rosa, a guerra é uma grande calamidade!
De facto, o 1ºvídeo é impressionante.
Bjinho, RC.

 
At 7:43 da tarde, Blogger Sofá Amarelo said...

É difícil (impossível!) explicar às crianças o que é a guerra se nós próprios - adultos - não percebemos o porquê!

 
At 9:49 da tarde, Anonymous Helena said...

Um post muito actual, pertinente que nos faz reflectir sobre este fenómeno que não deveria acontecer.
É triste mas real.
Parabéns pelo blog!

 
At 7:09 da tarde, Blogger Dreamaster said...

Ai q já desapareceu o topico outra vez lol

Um bom resto de semana D.Rosa :)

UM Beju
D.

 
At 8:47 da tarde, Anonymous Marisa Ferro said...

Olá Rosa, mais um bom post.
Por onde andas?
Não te tens deixado ver...um bjinho da Marisa!

 
At 9:00 da tarde, Blogger Dreamaster said...

Pronto tou a ficar choné então LOL

Bem minha menina, desata então com um novo topico e tem um belo fim de semana ;)


Bejus lá do reino do sonhos pra D.Rosa
D.

 
At 12:26 da tarde, Anonymous karlos vale said...

Olá Rosa, pois quase ninguém se lembra destas guerras (guerra de 70)e parece que a humanidade não aprende com os erros do passado, pois vai inventando outras guerras por aqui e por acóla, infelizmente...
Um excelente blog, parabéns!

 
At 2:08 da tarde, Blogger Portaria ILEGAL said...

Convido o autor deste blog assim como os seus leitores a verem o anúncio que coloquei no blog: http://portaria-59.blogspot.com/
que levanta sérias duvidas acerca do caso BPN.
Cumprimentos e obrigado

 
At 9:12 da tarde, Anonymous Damásio Pontes said...

Bom Blog,parabéns!
Damásio

 
At 8:27 da tarde, Anonymous João Coimbra said...

A Guerra do Vietname resultou na maior confrontação armada do século passado e o seu fim provocou a 'Síndrome do Vietname'. A foto mostra as crianças fugindo da guerra e encheu os écrans das TVs daquela época...
A guerra é sempre injusta, por mais que a queiram defender!

 
At 10:44 da manhã, Anonymous Paulo Carneiro said...

Guerras e guerrinhas.....pois!

 
At 8:29 da tarde, Anonymous walter júnior said...

Parabéns pelo blog!

 
At 10:12 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Obrigado a todos os visitantes e amigos que por aqui vão passando e deixando um comentário e sinal de que este blog vai fazendo um pequenino eco reflexivo neste mundo tão violento em que nós vivemos ... e as crianças.
Abraços e bjs a quem é de direito. Mais uma vez obrigada!
R.S.

 
At 2:34 da tarde, Blogger Enfermeiro said...

Infelizmente nas guerras...para os seus autores... a última coisa que pensam são os danos colaterais... tal é a loucura cega e ambição pelo poder...

Blog mt mt bom

 
At 4:20 da tarde, Anonymous RS said...

Obrigada pela visita, Enfermeiro!
Volte sempre, RS!

 

Enviar um comentário

<< Home