sexta-feira, maio 25, 2007

Dia Internacional da Criança Desaparecida


No dia 25 de Maio (hoje) assinala-se em todo o Mundo o "Dia Internacional da Criança Desaparecida".
A somar aos casos mediáticos que os meios de comunicação propagam (temos como exemplos mais recentes a Joana e a Maddie), muitos outros se juntam.
A iniciativa de criar o Dia Internacional da Criança Desaparecida surgiu na sequência do rapto de uma criança de seis anos - Etan Patz - a 25 de Maio de 1979 em Nova Iorque, que nunca foi encontrada. A partir desta data, várias organizações começaram a assinalar este dia. Contudo somente em 1983 o Presidente dos Estados Unidos declarou o dia 25 de Maio como dedicado às crianças desaparecidas.
Três anos mais tarde o dia 25 de Maio conheceu dimensão internacional.
Na Europa, apenas a partir de 2002 é que este dia passou a ser assinalado pela
Child Focus, uma organização europeia não-governamental (ONG), criada no seguimento do caso Dutroux (duas meninas desaparecidas na Bélgica em 1998). Em Portugal começou-se a assinalar esta data em 2004.
Os objectivos desta iniciativa é tentar encorajar a população e os meios de comunicação social a reflectirem acerca de todas as crianças que foram dadas como desaparecidas no Mundo, se tornarem solidários com as famílias afectadas, e ajudarem as autoridades a reflectirem qual a prevenção e estratégias que melhor se adequam a cada caso.
Quando uma criança - dos 2,2 mil milhões que existem no mundo - desaparece, as possibilidades são inúmeras: fuga, rapto, crime, pedofilia, prostituição.
Dúvidas que preocupam milhares de famílias em todo o mundo.
Actualmente, a verdade é que ninguém sabe quantas crianças estão desaparecidas no Mundo. Apesar de não existirem estatísticas globais credíveis, vários países divulgam anualmente o número de desaparecimentos comunicados às autoridades locais.

Contudo os dados em África ou Ásia são praticamente inexistentes. A UNICEF, no seu relatório sobre tráfico de crianças, afirma que a maioria dos casos tem lugar nestes continentes. O caso do Togo, onde uma em cada oito crianças é vendida para o exterior, é pois paradigmático.

Num espírito misto de solidariedade e denúncia, decorre hoje no auditório da Assembleia da República, Praça de São Bento, Lisboa, a II Conferência Europeia intitulada por "Crianças Desaparecidas e Exploradas Sexualmente", organizada pelo Instituto de Apoio à Criança.
Recebe a vinda de vários especialistas nacionais e internacionais, entre eles o presidente do
Grupo Especialista em Crimes Contra Menores da Interpol, mas também representantes do Centro Internacional de Crianças desaparecidas e exploradas (ICMEC) e da Federação Europeia das Crianças Desaparecidas, bem como o coordenador do Departamento de investigação Criminal da Policia Judiciária do Funchal.
Com a ajuda do IAC também foi criada uma Linha telefónica gratuita com o número 1410, destinada a Crianças Desaparecidas apoiada pelo Portugal Telecom, e assinado um Protocolo de Cooperação entre o Ministério da Administração Interna.

Foi também com o objectivo dos pais encontrarem os seus filhos desaparecidos que um grupo solidário de pessoas se juntou criando o Projecto Esperança, uma iniciativa de louvar, sabendo que a Internet é um poderoso recurso no combate a este fenómeno e que pode fornecer os rostos das crianças desaparecidas (através de cartões que se colocam facilmente no site ou blog pessoal ou comercial que possuem fotografias e informações de crianças desaparecidas em Portugal) a milhares de pessoas no Mundo.

29 Comments:

At 2:37 da tarde, Blogger António said...

Querida Rosa!
Mais um dos teus magnificos posts.
Não sabia que hoje era o Dia Internacional das Crianças Desaparecidas.
Obrigado por mo ensinares.
É uma praga que certamente não é nova mas à qual, e felizmente, está a ser dada uma fundamental visibilidade.
Curiosamente, vim há pouco do blog da Papoila e também soube por ela que hoje é o Dia de África.
Recomendo-te a leitura desse post.
Gostei muito de te ler!

Beijinhos

 
At 3:38 da tarde, Anonymous joana santos said...

Um post que é um contributo para a denúncia do flagelo da sociedade que aidna continua sendo o desaparecimento das crianças!
Um grande beijinho da amiga joana!

 
At 10:34 da tarde, Blogger o alquimista said...

Esplêndido texto digno de outro suporte...


Hoje vou celebrar os dons da terra sem a tua companhia, misturar-me com os sons do mundo sem coisa alguma, ao partires abriste em meu coração um caminho...


Bom fim de semana


Doce beijo

 
At 10:44 da tarde, Anonymous Raquel said...

Vou repetir o que já foi dito...gostei de te ler. Post actual,apontando um dia pouco conhecido,informações úteis.
É por isso que este Blog tem qualidade e, gosto de o visitar
Beijinho virtual.

 
At 11:07 da tarde, Blogger Dreamer said...

Ola Rosa
Obrigada pela visita! Realmente nao sabia que hoje era o dia Internacional da Crianca desaparecida! E uma pena ter de existir um dia assim.
Beijos Tania

 
At 11:07 da tarde, Blogger DREAMASTER said...

O q me irrita nisto tudo, é neste país darem mais importancia ao desaparecimento de uma criança estrageira do q a uma portuguesa.
Um povo q assim procede, tem os dias contados pois se nem propupa com os seus.


Bjs
D.

 
At 2:39 da manhã, Blogger Palavras_@vesso said...

Rosa, vou repetir algumas palavras das que já foram ditas, mas definitivamente parabéns pelos magníficos textos que publicas!
Enquadro-me na estatística dos que não tinham conhecimento deste dia.
é lamentável que este dia tenha de existir...concordo com o dreamer.
Penso que actualmente não existam mais crianças desaparecidas do que havia à uns anos atrás, simplesmente hoje, são mais divulgados, mas especulados, mais denunciados.
No entanto... existe tanto para fazer e infelizmente não existe uma forma de deter tal epidemia...
Que todos possamos diariamente contribuir de alguma forma para o combate a tal flagelo.
obrigado pla partilha!
bjokas @vesso

 
At 1:58 da tarde, Blogger brit com said...

Este blog foi nomeado para o prémio "Blog com Tomates". Para mais informações visite http://blogcomtomates.blogspot.com

 
At 3:28 da tarde, Blogger Ana S. said...

Infelizmente esse dia existe porque milhares de crianças desaparecem em todo o mundo pelo mais variado numero de razões.
Felizmente algumas são encontradas mas muitas mais permanecem desaparecidas.
Deixo um beijo para todos os pais, familiares ou amigos de todas essas crianças e um muito especial para elas.
beijos

 
At 12:04 da manhã, Blogger Um Poema said...

Mais um bom trabalho, amiga.
Infelizmente o mundo está louco.
Cada vez mais o coração se aperta perante a insensibilidade de quem tem a cobardia de desrespeitar uma criança.
Pensar, ou falar disto, traz-me sempre à memória algumas estrofes do poema de Adriano Correia de Oliveira:
"Mas às crianças, Senhor,
Porque lhes dais tanta dor,
Porque padecem assim?"

Um abraço

 
At 3:47 da tarde, Anonymous kaska said...

Olá,
é triste ter de haver um dia destes, mas é a nossa realidade. devemos estar solidários com as familias que estão sem os seus filhos devido a este tipo de situações de raptos e desaparecimentos inexplicáveis. E de facto triste.

 
At 3:33 da tarde, Blogger brisa de palavras said...

Um texto dificil de ler, mas é a mais pura das realidades, infelizmente...a dor que provoca o desaparecimento de uma criança...de alguém que amamos, tão pequena e indefesa!
Obrigada por mais uma vez nos tocares com os teus textos.
um abraço
brisa de palavras

 
At 12:08 da manhã, Blogger Lifepassenger said...

Espero que tenha respondido ao teu desafio dos Memes com o ultimo artigo... (desculpa pela resposta tardia, mas estou na fase final da especialidade).

Quanto ao teu texto, " atire-se uma pedra ao lago, e não se consegue atravessar, mas atirem-se muitas, que por cima dele conseguimos passar"

 
At 6:59 da tarde, Blogger Nana said...

Optimo post ! Como nos tens habituado.
Em França, este dia foi bastante mediatisado. Aqui, hà umas semanas, houve a possibilidade de impedir um rapto de crianças que ia haver no Havre, graças à cooperação internacional da policia belga e francesa.
Penso que deve ser muito dificil de viver à espera de noticias dum filho/a desaparecido, sem sequer poder fazer o seu luto ...
O meu pensamento vai pois, para os familiares nesta situação.

 
At 10:33 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Olá António, obrigada pelas tuas amavéis palavras. Vi o blog da papoila e gostei, só que às vezes, em determinados blogs não consigo postar, desde que passei para o Google.
Também gosto muito de te ler. Beijinhos.

 
At 10:34 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Pois Joana o ideal é que não se fizessem posts destes1Beijinhos grandes para ti da amiga Rosa!

 
At 10:35 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Alquimista, gosto de o ler. Já te anexei, espero que não se importe.
Doces sonhos!

 
At 10:37 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Raquel, também gosto de te ler,o teu blog cada dia mais vai ficando mais interessante! Continua!Beijinho virtual!

 
At 10:38 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Olá Tânia, pois o ideal era a inexistência de um dia assim, mas infelizmente é o mundo louco em que vivemos!Beijos, Rosa!

 
At 10:41 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Olá D. Também achei que houve uam maior mediatização à volta da Maddie, o que é pena, pois crianças são crianças, independentemente da cor, raça, credo, idade ou contexto sócio-económico ou não, deveria ser!?
Beijinhos!

 
At 10:43 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Olá @vesso, pois acho que tal dia não deveria existir!Mas como infelizmente existe nós podemos e devemos ao menos denunciar!
Volta sempre!
beijokas para ti!

 
At 10:44 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Brit.com, obrigada pela nomeação! Volta sempre!

 
At 10:45 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Ana, olá tudo bem? Pois acho importante e fundamental a solidariedade com a família destas crianças, essencialmente com os pais!
Beijinhos!

 
At 10:49 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Olá Vítor, perante tanta maldade face à criança, tenho que concordar contigo quanto ao mundo louco em que vivemos. O poema de Adriano Correia de Oliveira enquadra-se em parte naquilo que sentimos acerca desta calamidade!
Um abraço!

 
At 10:50 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Kaska é de facto muito triate existir um dia assim .... de facto muito triste!

 
At 10:52 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Deve ser difícil para uma mãe ou um pai o desaparecimento de um filho pequeno, mas não devemos calar estas situações, isso não!
Um abraço, brisa!

 
At 10:53 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Olá Sérgio, respondeste sim ao desafio! Quanto às pedras, a analogia é bomita! Obrigada!

 
At 10:55 da tarde, Blogger Rosa Silvestre said...

Olá Nana, tudo bem contigo?
O desaparecimento de um filho deve ser terrível pois não se sabe se está vivo ou morto para fazer de facto o seu luto, o meu pensamento vai também para os familiares nestas alturas!beijinhos!

 
At 8:35 da tarde, Blogger REENCONTROS.COM said...

Estamos juntos nessa luta em prol das pessoas desaparecidas do mundo inteiro...nós somos o Movimento Mineiro Pelas Pessoas Desaparecidas e Crianças Exploradas.
E-mail: desaparecidos.mg@ig.com.br

Abraço fraterno

Robson Anisio dos Santos

 

Enviar um comentário

<< Home